sexta-feira, julho 25, 2008

Ai ai… hoje acho que nada me incomoda! Ok… algumas coisas ainda incomodam, mas estou que nem posso!

Não, não andei a acartar tijolos, nem a plantar batatas, nem mesmo a trabalhar, imaginem. LOL
Hoje decidi aproveitar o meu último dia de férias (até dia 19 ou 20 de Agosto) e fui gozar uma coisa que a malta tem aqui chamada Spa World. (http://www.spaworld.co.jp/english/)
E digo-vos… estou maravilhado com esta invenção.

A principio ia um cadito a modos que sem saber o que esperar… mas chegado lá, pediram-me logo para tirar os sapatos. Não há problema, por sorte ainda tinha meias lavadas de manhã (sim, eu só lavo a roupa por causa das cuecas…).
Depois deram-me uma pulseira com um número e indicaram-me o sitio para meter os sapatos. Lá guardei tudo e subi ao sexto andar que é o Spa asiático e respectivos cacifos. Lá vesti as miticas caveirinhas… e fui para o último andar onde tem um parque aquático com escorregas e mais o camandro.
Foi divertido… andei por lá a escorregar até que me fartei e decidi ir para o que importava… Tam tam tam tam… o Spa Asiático!

Agora deixem-me fazer uma ressalva. O complexo tem dois Spas, asiático e europeu, mas são separados por sexos… ou seja, meses impares os homens vão para o asiático, meses pares vão as mulheres.
Assim, foi sem grande surpresa que reparei que toda a gente andava nua no Spa asiático. Ora eu, como grande vedeta pornográfica, não queria andar a mostrar os meus dotes com medo que começassem a apontar, ou pior, pedir autógrafos… já que eu só tinha à mão uma caneta correctora (caramba… tenho de resistir a fazer piadas baratas e fáceis).
No entanto, andar por lá nú não foi nada de mais. Diria até que era agradável já que não havia nada a incomodar quando iamos para a água e aí sim podíamos sentir toda a liberdade dumas bolhinhas soltas num peidito.

Passei cerca de duas a três horas a experimentar todos os tipos de águas e saunas e passado um pouco já sentia um ratinho a roer.
Vai daí, lavei-me e vesti uma espécie de pijama que eles fornecem e fui até ao andar dos comes. Bom, não resisti e comi outro okonomiyaki de porco e camarão.
E não estão bem a ver o sono que sentia… apesar de não ter feito bolha o dia todo (ou durante quase metade). Vai daí, fui para a sala do relax onde tem uns cadeirões extra confortáveis e lá fiquei com o meu iPod a relaxar. Relaxei tanto que acabei por adormecer e acordei às 4.

Bom, acordei e como tinha um bilhete para o dia todo, não me apressei. Fui vestir os calçanitos e voltei ao parque aquático para mais uma volta no escorrega!
Uma ressalva para dizer que as raparigas Japonesas de bikini são… ok, perguntem-me!
Dali desci outra vez para o Spa para repetir umas águas quentinhas. Hmmm.

Agora vem as partes cómicas… há qualquer coisa de esquisito quando se vê um gajo todo nú a tirar garrafas duma máquina de venda automática. :S Não sei o quê, mas que é esquisito, isso é!
A parte em que as toalhas não dão para amarrar à cinta, principalmente da minha que é XL foi engraçado… vai daí, de vez em quando andava tipo peixeira com as mãos nas ancas e a toalha a cobrir as partes. LOL Que posição! LOLOL Parecia um xerife! LOL

E mais… eles querem que o cliente entre um farrapo e saia um brinco. E eu como imaginava que eles queriam isso, deixei crescer a barba por uns dias.
Quando fui tomar o último banho do dia, tive direito a uma gilette, um daqueles panos tipo esfregão, escova dos dentes… a pasta dos dentes, shampoo, gel de banho e espuma da barba estavam no chuveiro. E assim, fiz a barba, lavei os dentes e tomei banho. Fiquei o Casanova que todos vocês conhecem.

E… tirei mais uma ideia para a minha futura casa. Para além da sanita que lava o cú, quero um chuveiro Japonês.
E porquê, aquilo é do mais prático que existe! Basicamente é tipo um lavatório mais baixinho, e um banco. A malta senta-se e lava-se sentada (excepto para lavar o traseiro como é óbvio… mas esse é lavado na sanita). É outra das coisas fenomenais… tem-se um acesso imensamente mais fácil a todas as partes do corpo!

No final acabei por pagar… 2030Yen… ou seja, no câmbio de hoje 12€… se metermos as taxas do banco que sejam 15€ por um dia no Spa com almoço incluído.

P.S.: Acabei por não contar outro pormenor de classe que devia ser adoptado em todo o lado… No Spa não há dinheiro para ninguém! Sempre que se faz uma compra debitam o que gastamos no número que nos deram à entrada. Desta forma não se anda de carteira… até porque não tinhamos onde a meter. LOL

P.S.1: Vou deixar de escrever sobre o Japão porque, amanhã vou embora e pelos vistos ninguém gosta de comentar os meus achados!

quarta-feira, julho 23, 2008

video

Oki... hoje não tenho muito para dizer... apenas para vos deixar um video... fascinante. O local é Shibuya crossing e fica num dos bairros mais "fashionable" de Tokyo.

Creio que este local aparece no "Lost in translation", mas não tenho a certeza. Seja como for, fiquem com o video e divirtam-se!

Notem que este fluxo de pessoas dura mais de um minuto e é constante... acho que é a melhor maneira de terem uma ideia do que é uma metrópole com 36 milhões de pessoas a morar aqui perto.

terça-feira, julho 22, 2008

Dia Logistico… ou seja, acabaram-se as cuecas lavadas.

Por certo estão admirados, ou até contentes por ter passado algum tempo calado, mas a realidade é que decidi fazer uma de aventureiro e mais o camandro e decidi que ia de Tokyo para Hiroshima de autocarro para poupar uma noite no hotel, depois deixava as coisas num cacifo na estação, via Hiroshima, pegava nas cenas e punha-me a andar noutro autocarro nocturno para Osaka onde vou acabar condignamente esta aventura vendo o Umeda Sky Building, o castelo, Namba e dormir descansado.
Mas comecemos pelo inicio!
Eu não sou o Jason Bourne ou qualquer outro cromo de Hollywood e como tal a experiência fracassou no ponto em que aqui o Sol não dá perdão e estão cerca de 35 graus com 79% de humidade.
Portanto, ao fim do dia em que ia embarcar no primeiro autocarro já eu estava completamente porco. Não há stress… pensei! Mudo de T-shirt, lavo os sovacos e meto desodorizante (não necessariamente por esta ordem) e fico como novo.
Bom, eu oiço as gargalhadas por isso nem vou comentar. LOL

Mas lá cheguei a Hiroshima e se pensam que aquilo está em cascalho, desenganem-se! Está uma cidadezita muito engraçada com parques, lojas, etc… e como seria de esperar o monumento e museus relativos à Bomba Atómica.
E depois de andar por lá a passear e a ler um cadito sobre o que se passou após o fatídico dia de 6 de Agosto de 1945 e cheguei à conclusão que o presidente americano Harry S. Truman que mandou disparar a bomba sobre Hiroshima foi nada mais, nada menos que um terroristazeco nem sequer comparável ao Bin Laden.
Isto porque, se ele tencionava destruir uma ponte com uma bomba atómica… enfim, é como pendurar um quadro com uma retroescavadora. E, ironia das ironias a ponte que deveria ter sido destruída ficou intacta por mais 35 anos até que decidiram construir uma nova.
Ora, se ficaram chocados com a analogia ao Bin Laden, eu vou mais longe e digo que o Bin Laden pelo menos cumpre aquilo a que se propõe já que as torres cairam enquanto o cromo americano deixou a ponte no sitio.

E isto para vos mostrar que apesar dos alemães terem chacinado milhões, tiveram anos para o fazer enquanto que aqueles que toda a gente considera bonzinhos mataram em menos de meio ano centenas de milhar.
Dá que pensar, hein?

Adiante, depois de visto tudo sobre a bomba atómica decidi andar a passear pelos parques da cidade e aproveitar algumas sombras com brisa num ou noutro.
Escusado será dizer que a camioneta que me trouxe a Osaka foi quase um pesadelo. E quase porque estou num país avançado tecnologicamente e a camioneta ia a cair de podre e a fazer uns barulhos que não me agradaram nada! :S LOL
Até porque o meu banco era tamanho Japonês junior e eu sou um cadito mais maior grande!
E as estradas… bom, já senti melhores…
O que interessa é que cheguei ao Hotel Chuo que é uma verdadeira espelunca mas tem máquinas de lavar e secar onde vou lavar a imundice que se tornou a minha roupa. Para terem uma ideia, as camisolas tem manchas de sal deixadas por suor que secou!

Para terminar… acho que vou deixar uma piada que fica bem na ocasião:

Um gajo chega ao balneário do ginásio, começa a despir-se e mostra que tem 7 pirocas e os respectivos novelos…
Toda a gente fica espantada a olhar para ele e perguntam-lhe como se chamava.
Ao que ele responde: “My name is Bill, Chernobyll.”
Fiquem bem! ;)

domingo, julho 20, 2008

Mais um dia Japonoca.

Primeiro tenho a dizer que estou farto de ver templos! São todos iguais, ou muito parecidos… Mas não me canso de andar pelo meio de grandes edificios. E o sitio ideal para isso é Shinjuku e em certa parte, Shibuya.
Mas Shinjuku tem muito mais do que se vê à vista, isto porque Shinjuku contém nada mais nada menos que o Red Light District (actual) aqui do sitio (Kabukicho).
E digo actual porque após ler um cadito sobre o assunto, fiquei a saber que o original era em Yoshiwara. Que fica a uns mini quarteirões da pousada. Mas adiante.
Lá fui eu e aquilo é na realidade um mix de red light com bares normais e outros menos normais por onde toda a gente anda. Toda a gente mesmo!
Isto porque havia turistas, japonesas a perguntar se queria massagem, gajos a perguntar se queria massagem (DASSSSSS), japoneses a dormir na rua, casas de massagens, clubes de meninas, meninas vestidas de empregadas francesas a distribuir papéis, achoque vi uma vestida de Pikachu, móteis… tudo! LOL
Ahh, tudo acompanhado com luzes de neon! Mais ou menos como se vê no Lost in translation, mas desta vez pelos meus olhos! eh eh he
Se alguém quiser experimentar os preços de Shinjuku, que se despache para eu poder meter isso aqui no post já que eu não sou rico! ;)

Outras noticias do Mundo…
Fiquei espantado com alguns dos hobbies que eles cá tem. Já suspeitava que a robótica fosse um deles e acertei ao encontrar uma loja que vendia tudo e mais alguma coisa para fazer robots. E não estou a falar de kits, estou a falar das mais variadas peças que normalmente em Portugal apenas se arranjam desmontando o carrinho do irmão mais novo. Aqui estão à mão de semear por umas centenas de Yen (ainda bem que não moro aqui…).
O outro hobby que me deixou boquiaberto, para além das colecções de miniaturas dos desenhos animados é eles não se contentarem em comprar as miniaturas, mas basicamente comprarem as peças e fazerem eles os bonecos!
Fiquei estupefacto… Tão a ver quando vão a Fátima e tem aqueles pedaços de cera em forma de cabeça, pé, mão, pénis (ahh não, isto foi na Sex shop). braço, etc… ?
Aqui existem lojas que tem tudo em plástico. E a variedade é impressionante! Corpos masculinos, femininos (com diferentes tamanhos de busto), diferentes tipos de cabeça e mais… depois tem toda a parafernália para equiparem o boneco. Quer seja com uma mini saia ou com um equipamento do exército americano (armas incluidas).

E esta hein?

F.Y.I.: O Red Light district é conhecido como um distrito ou conjunto de ruas donde bordéis abundam. A designação de Red Light (lanterna vermelha) vem dos tempos em que os funcionários das estações de caminhos de ferro frequentavam estes estabelecimentos deixando a lanterna à porta para serem facilmente localizados em caso de serem precisos.